O CGTI atua em seus projetos com quatro grupos distintos e recorrentes que garantem a execução e entrega do projeto e seus objetivos dentro dos padrões de qualidade estabelecidos com as financiadoras e órgãos reguladores.

O Coordenador

O CGTI atua na montagem de suas equipes de projeto, provendo a presença e atuação de um líder, a quem é dado o cargo e as atribuições de coordenador de projeto, capaz de coordenar todo o processo de produção de conhecimento proposto pelo projeto que será desenvolvido. Para tanto deve ter competência científica e capacidade de gerenciar a equipe e crises, comuns ao longo da execução das diversas tarefas propostas no cronograma, e diversas instituições envolvidas, além de demonstrar conhecimento sobre o tema proposto e também de inter-relações pessoais.

Os Pesquisadores Doutores

Ao estruturar suas equipes executoras o CGTI mantém proporção de um terço de pesquisadores da Macrorregião onde o projeto é sediado e um terço de professores altamente especializados no tema do projeto, indiferente da região de onde venham. Em geral são doutores no tema do projeto proposto.

Têm em seu quadro de colaboradores doutores, mestres e especialistas nas áreas de Química, Engenharias Elétrica, Mecatrônica, Biologia, Matemática e afins que se compõem para a dimensão ou multidisciplinariedade de que o projeto proposto necessita.

Com larga penetração no mercado, o CGTI é capaz de acessar e agregar profissionais com prestígio reconhecido em suas áreas de atuação, oferecendo relações que promovem o interesse destes profissionais na participação e difusão de conhecimento à equipe e instituição financiadora. Ambas se beneficiando com o alto nível de profundidade dado ao assunto por parte destes pesquisadores.

Com esta prática, é proporcionado também aos acadêmicos excelentes oportunidades de contato com a experiência concreta de campo no desenvolvimento de pesquisa aplicada, protótipos e processos industriais, permitindo novos enfoques para publicações de valor científico e grandes avanços no estado da arte.

Os Pesquisadores Especializados

Após extenso estudo o CGTI concluiu que, apesar de ainda haver flexibilidade para alterações nas proporções, conforme as especificidades de cada projeto, o modelo ideal para proporcionar o maior desenvolvimento e disseminação de conhecimento possível é aquele que permite a interação entre pesquisadores acadêmicos e profissionais com conhecimento prático do assunto abordado.

Estes últimos responsabilizam-se pela logística de campo, planejamento detalhado das ações e pelas incursões e observações que auxiliam que o desenvolvimento seja realizado de modo a resultar em soluções aplicáveis e viáveis ao mercado, possuindo as certificações necessárias para acesso e desenvolvimento de atividades em localidades/instalações de alta periculosidade.

Tratam-se em geral de profissionais com vasta experiência em empresas do setor de energia, que atuaram nos segmentos de geração, transmissão, distribuição e indústria, na operação e manutenção de instalações e produtos.

Em seu corpo de colaboradores o CGTI dispõe de grande quantidade de profissionais especializados em várias áreas do conhecimento que dão base aos projetos desenvolvidos e ainda fazem a conexão e interação com pesquisadores acadêmicos oriundos de outras instituições conveniadas e/ou pesquisadores bolsistas.

Gestores de recursos

Além de uma liderança científica consolidada, o CGTI acredita que o desenvolvimento com sucesso de um projeto de pesquisa passa pela incorporação à equipe de profissionais qualificados para responder pelas tarefas de nível técnico ou de gerenciamento.  A conclusão de um projeto requer a execução de dois tipos de trabalhos: os científicos e os técnicos. Menos relevantes do ponto de vista científico, as tarefas técnicas são essenciais para alcançar os resultados previstos, e para o término das atividades dentro dos prazos estabelecidos e para evidenciar tais resultados.

São estes profissionais também que garantem a qualidade das entregas e por isso passam por treinamento interno sobre os processos de gestão baseados em boas práticas difundidas internacionalmente e adaptadas à realidade da Inovação Nacional, proporcionando economicidade, eficácia e conformidade ao que foi planejado.

Aplicando este modelo de pesquisa o CGTI se associa às instituições de ensino e grandes empresas do Brasil estabelecendo-se como centro de excelência em desenvolvimento e inovação nacional.