Para o atendimento às demandas e necessidades das Empresas Concessionárias Transmissoras de Energia Elétrica, o CGTI dispõe de especialistas e pesquisadores com vasta experiência em atividades de manutenção e operação desenvolvidas por estas entidades, em alta e extra alta tensão, envolvendo sistemas de medição, proteção, linhas, subestações e equipamentos elétricos de fabricantes nacionais e internacionais.

Linhas de Transmissão, que geralmente compõem a rede básica do sistema nacional interligado, têm por finalidade escoar a energia produzida nos Centros de Geração, levando-a até os Centros de Distribuição. Por serem em sua grande maioria, compostas por linhas aéreas cujo traçado percorre as mais diversas regiões do país, inclusive zonas urbanas, as mesmas se encontram submetidas a diferentes formas de agressão e interferência em relação ao ambiente tais como: vegetação na faixa de passagem, corrosão de peças metálicas, desligamentos e danos por descargas atmosféricas, erosão de bases com queda de torres e vendavais.

Dessa forma, as áreas de atuação do grupo para Linhas de Transmissão são amplas e diversificadas, a saber:

  • Ambiental – Controle da vegetação sob as linhas; Impactos ambientais; Controle de erosão; Controle de vegetação elevada na lateral da faixa de passagem;
  • Índices de Qualidade – Desenvolvimento de materiais e sistemas para reduzir tempos de interrupção;
  • Resistência dos materiais – Desenvolvimento de novos materiais para suportar agressões químicas e mecânicas;
  • Operacional – Desenvolvimento de sistemas para controle operacional das linhas;
  • Manutenção – Desenvolvimento e atualização de procedimentos para manutenção das linhas; desenvolvimento de artefatos e ferramentas especiais para manutenção em estruturas de linhas.
  • Técnica – Desenvolvimento de equipamentos para monitoramento e proteção das linhas; Estudos de planejamento e traçados de linhas;

Já as Subestações de Transmissão (“Interligadoras” ou “Seccionadoras”), em tensão igual ou superior a 230 KV, podem ser alvo de avaliação e inovação de procedimentos de manutenção e operação, sistemas de proteção, medição, supervisão e controle, inserção de novas tecnologias e segurança. A grande experiência prática e o conhecimento acumulado pelos pesquisadores do CGTI, durante os longos anos de trabalho em empresas do setor elétrico, possibilitam identificar rapidamente situações de necessidades do cliente e propor projetos de pesquisa e desenvolvimento que sejam realmente aplicáveis e tragam os benefícios esperados pela contratante.

Com profundo conhecimento centrado na gestão de ativos, otimização do fator de utilização, maior disponibilidade, confiabilidade e vida útil dos equipamentos, esses especialistas buscam constantemente novas tecnologias e inovação em procedimentos e processos para a melhoria do sistema.

A experiência prática e o conhecimento acumulado dos especialistas do CGTI, com mais de 30 anos de trabalho em empresas do setor elétrico, possibilitam grande visão e profundo entendimento sobre os principais problemas e dificuldades encontrados no setor. Com essa expertise, tais pesquisadores apresentam facilidade de interação com a equipe interna do cliente para identificar situações que necessitem de ajustes ou correções inovadoras, propondo soluções criativas que sejam aplicáveis à realidade da empresa.

A atualização e inovação de processos e procedimentos de manutenção, operação, conservação, metodologias de execução, contratação de serviços, estudos ambientais, aplicação de novas tecnologias e medição e avaliação de parâmetros de controle, são ferramentas essenciais as transmissoras na busca de produtividade e competitividade.

Além de corpo técnico especializado, o CGTI conta com profissionais especialistas em mercado e viabilidade em seus projetos de desenvolvimentos, possibilitando coesão durante todo o projeto entre as estratégias inseridas nas linhas de pesquisa e as características do mercado onde a Concessionária atua.

As viabilidades mercadológica, técnica e econômica são fortes diretrizes presentes desde o início do desenvolvimento que visa capacitar a empresa parceira através do resultado alcançado com melhorias visíveis e pertinentes, capacitando-a a responder melhor às suas demandas, ao mesmo tempo em que antecipa e enfrenta os desafios do futuro.

O CGTI conta ainda com parcerias com Indústrias Fabricantes que viabilizam os ajustes finais de estruturas inovadoras para linhas e redes elétricas, e com uma extensa gama de laboratórios parceiros para realização de ensaios, visando à futura certificação, desenvolvimento e adequação de produtos resultantes de projetos de Desenvolvimento.

A equipe responsável pelos projetos para Concessionárias e Prestadores de Serviços do setor de linhas e redes aéreas de energia elétrica é capitaneada pelo Pesquisador Flávio Faria.

Flávio Faria: Formado em Engenharia Elétrica na Universidade Federal de Engenharia de Itajubá – UNIFEI em 1972. Trabalhou 30 anos em empresas concessionárias de energia elétrica, atuando nas Áreas de Geração, Transmissão e Distribuição da Light, CESP e Elektro no Estado de São Paulo, até 2003. Foi Gerente de Setor de Transmissão na CESP, em uma área com mais de 3.000 km de Linhas de Transmissão. Possui 10 anos de experiência em elaboração, gerenciamento e execução de projetos de Pesquisa e Desenvolvimento e Soluções de Engenharia que resultou na autoria de mais de 20 artigos técnicos.